Medicina da Placenta

Medicina da Placenta
Patrícia Lesage




´A primeira vez que consumi a minha placenta, há mais de 8 anos atrás no Peru, ainda não tinha nenhum conhecimento prévio dos seus benefícios, ao que quando a Parteira me sugeriu consumir-la por eu estar a perder muito sangue, a  minha reação imediata foi de resistência (mental) mas... muito rápidamente me pareceu uma excelente ideia, pois lembrei-me que no mundo animal é absolutamente normal a Placentofagia!
 
´Placenta gourmet´
 Como eu tinha tido perdido bastante sangue o meu corpo estava totalmente receptivo, e soube-me como um manjar dos deuses o refogado que a minha mãe me preparou... um verdadeiro ´placenta gourmet´. O resultado foi imediato, a hemorragia excessiva parou e voltei a ter ´vida´ na cara. 

´Leitura de Placenta´
 
A segunda placenta foi oferendada a uma pequena Oliveira que acompanha a minha filha, a sua Tree of Life! 

Com a terceira eu comi um terço no pós-parto imediato (desta vez o gourmet foi de autoria da parteira;) e passado dois dias eu própria preparei o resto, desidratando e alcoolizando-a para fazer Tintura Mãe. Desta vez senti que me poupou muitos esgotamentos e baby blues.  


Desidratamento Rudimentar da Placenta, a primeira vez que preparei a nossa placenta, foi no Peru
A última placenta foi já um trabalho mais investigado:) e inspirei-me num livro que recomendo a todos que se interessam por placentas, intitula-se:´Placenta the Forgotten Chakra` de Robin Linn. Então, retirei um pedaço assim que nasceu e ingeri imediatamente, ainda quente (isto sim é foi uma iguaria, uau!). Logo fizemos um dia e meio de´Lotus Birth` (senti que com 4 filhos dos quais 2 mamantes, foi suficiente em termos logísticos...) antes de transformar-la para ´Medicina´ - desta vez foi um verdadeiro ´Life Safer´, com os bebés a mamar e duas meninas que ainda requerem muita atenção, noites mal dormidas etc... senti várias vezes que sem este apoio da placenta estaria completamente esgotada, deprimida e doente na cama. Ainda em momentos de crise tenho lá o meu ´Placenta rescue´ - e o homeopático pensando nos anos dourados da Menopausa;)´  


Portanto agora tenho Medicina para Toda a família desde os bebés até aos mais anciãos: empolvorizado e encapsulado a tintura e homeopático. 
E recomendo de Alma a Medicina da Placenta a todas as Mulheres!





Tenho vindo a especializar-me no serviço de placenta nestes últimos 5 anos, primeiro só preparava a Impressão, o Gourmet, o Smothie, logo veio a Desidratação, a Tintura o Encapsulamento... e agora também a Homeopatia



´¯`.¸¸.º História . Factos . Benefícios . Preparados º ☆.¸¸.•´¯`♥ 


A Placenta 
"A placenta é um órgão presente na maior parte dos mamíferos, através do qual ocorrem as trocas entre a mãe e seu filho. É formada pelos tecidos do ovo, embriologicamente derivada do córion. Através da placenta o bebê "respira" (ocorrem as trocas de oxigênio e gás carbônico), se "alimenta" (recebendo diretamente os nutrientes por difusão do sangue materno) e excreta produtos de seu metabolismo (excretas nitrogenadas).
A placenta é também órgão endócrino importante na gravidez, envolvida na produção de diversos hormônios: progesterona, gonadotrofina coriônica (HgC), hormônio lactogênio placentário, estrogênio (principalmente o estriol), etc . É um órgão incrivelmente precioso e completo, sendo também o único órgão "usa e joga fora" que temos. Representa as raízes da criança no terreno da mãe. É feita de dois organismos diferentes e incompatíveis, mas funciona como um único órgão, em completa harmonia. Faz todas as funções de um corpo humano: é o pulmão, fornecendo à criança o oxigênio e todas as trocas gasosas; é o coração, ajudando-a a movimentar a massa sangüínea e mantendo a circulação entre ela e a mãe; é o rim, depurando e regulando os líquidos em seu corpo; é o aparelho digestivo, procurando e fornecendo comida; é a glândula endócrina, produzindo todos os hormônios necessários à manutenção da gravidez e ao crescimento da criança; é o cérebro, guiando com inteligência o sistema informativo entre mãe e bebê, e elaborando todos os dados; é o sistema imunológico, fornecendo à criança anticorpos, linfócitos e macrófagos, as grandes células que podem destruir ou construir o tecido, os "monstros" tão temidos pelo embrião; é também a fonte do líquido amniótico, renovando-o completamente a cada duas horas.
A placenta é um órgão ativo, tem capacidade de bombear glicose e oxigênio para a criança, conforme suas necessidades. Até o nascimento faz parte integrante do corpo da criança, também na sua parte materna. A placenta conserva o grande segredo da contemporânea unidade e dualidade entre mãe e bebê.

No momento do nascimento, a placenta continua desenvolvendo todas suas funções, ajudando a criança a regular seu metabolismo e seu organismo até o ponto de equilíbrio, a partir do qual o recém nascido pode seguir autonomamente. Quando os pulmões respiram, o coração consegue regular a circulação sozinho, a criança recebe açucares, substâncias nutritivas e anticorpos do seio materno,
quando os ácidos produzidos pelo parto são descarregados e os rins da criança funcionam, então (e somente então) pode-se deixá-la. Naturalmente, se o cordão permanecer íntegro.
No momento em que a criança não precisa mais da placenta, a comunicação e circulação entre a placenta e o útero é interrompida e acontece o desprendimento natural. Somente então é hora de cortar o cordão umbilical." *
* Texto extraído do livro: "Venire al mondo e dare alla luce. Percorsi di vita attraverso la nascita" de Verena Schmid Milano, Ed. Urra, 2005, pp. 194-5.
Traduzido por Adriana Tanese Nogueira
Os benefícios da Placenta
O método mais popular de encapsulação de placenta usado mundialmente está baseado na técnica da Medicina Tradicional Chinesa, onde a placenta é considerada um medicamento sagrado e poderoso - um órgão repleto de "força de vida" que deve ser consumido para dar suporte para a mulher no pós-parto. De acordo com essa tradição, os remédios a base de placenta formam uma parte importante na história do nascimento. Um dos primeiros grandes médicos-farmacêuticos especialistas no assunto na China, Li Shi-Zhen, incluiu a placenta como medicamento no primeiro livro da prática da Medicina Chinesa (Matéria Medica) publicado em 1578.
Existem documentos na Europa (datados a partir de 1700) que explanam sobre placenta desidratada como medicamento, no entanto, foi a partir de meados dos anos 80 que uma parteira americana que estudou a Medicina Tradicional Chinesa trouxe à tona essa tradição que estava caindo no esquecimento. Hoje em dia, colocar placenta desidratada e triturada em capsulas se tornou muito popular na América, no Canadá, no Reino Unido e em vários países da Europa.
Em 2007 a parteira alemã, naturalizada nos Estados Unidos, Cornelia Enning escreveu um livro (Placenta: the gift of life) que popularizou ainda mais a medicina da placenta, trazendo receitas práticas de tudo o que se pode ser feito para o aproveitamento da placenta.




Encapsulação . Tintura . Homeopático
A encapsulação é a forma mais popular de se preparar a placenta para o consumo. O método de preparo vem da Medicina Tradicional Chinesa, em que a placenta é vaporizada, desidratada, triturada e encapsulada.
A tintura é a preparação na qual a placenta já desidratada ficará a macerar entre 3 a 6 semanas em alcohol e logo será diluida para poder ser utilisada como outras tinturas e pode-se conservar mais fácilmente durante muitos anos até a menopausa!
O homeopático é uma preparação que requer 2 pessoas para preparar de preferencia a mae e a pessoa especializada em Medicina de Placenta.
Para ter maior aproveitamento dos benefícios que a medicina da placenta oferece, a encapsulação deve ocorrer até 48 horas após o nascimento. Nesse tempo de espera a placenta deverá ser refrigerada. Se o processo de encapsulação for demorar mais do que 48hs para ser feito, nós recomendamos que ela seja congelada em um saco duplo com o mínimo de ar junto. Placentas congeladas também podem ser encapsuladas, desde que estejam preservadas de descongelamentos.
De uma maneira geral, os benefícios da placenta incluem:
* Diminuição da intensidade do "baby blues" ou "depressão pós parto"minimizando a queda de energia no pós-parto.
* É usada na Medicina Tradicional Chinesa para suporte da lactação e diminuição da fadiga.
* É considerada grande fonte de vitaminas e minerais para o pós parto, principalmente o ferro.
* Aumenta a produção do leite materno.
* Aumenta o tônus uterino diminuindo o sangramento.

Entre os nutrientes encontrados na placenta estão:
. Células-tronco e fatores de crescimento
. Ferro - essencial para a absorção de oxigênio nas células
. Vitaminas B6 - auxilia no processo de tomada de anticorpos
. Vitamina E - para a cura de células da pele danificadas
. Hormônio oxitocina - essencial para facilitar o nascimento e amamentação
. Hormônio liberador de corticotropina (CRH) - responsável por reduzir os níveis de estresse

Serviço da Medicina da Placenta
Faço o serviço a nível nacional, uma vez que me trouxerem a Placenta, crua, congelada ou deshidratada eu poderei processar e logo vêm recolher ou eu envio por correio.
Está interessada neste serviço e quer saber mais?  
Então entre em contacto comigo e veremos qual a melhor opção para si
mamapati@gmail.com 
tlm. 915545922 

Sem comentários:

Publicar um comentário